Casamento em Risco...



ESTUDO DO CASO: ALEX E DAIANE..

Alex e Daiane são um casal que consideramos em risco. Eles apresentam sintomas de uma possível separação, se não forem imediatamente remediados. Os sinais são:
  • Os mesmos problemas se arrastam por muitos anos sem ser resolvidos
  • Ela se sente anulada e ignorada no relacionamento
  • Eles apresentam um alto grau de irritabilidade um com o outro
  • Não conseguem dialogar sem exaltar os ânimos
  • Ambos se frustram porque se sentem incompreendidos um pelo outro
  • Sabem que têm que encontrar uma saída para deixarem de brigar, mas não conseguem
Esses sintomas apontam para uma eventual separação, pois o copo está a ponto de transbordar a qualquer momento. Os dois filhos estão absorvendo toda essa tensão, o que poderá marcá-los pelo resto da vida.
O caso dele
Alex reclama principalmente que Daiane “fala demais” e que não o deixa quieto. Acha que ela exige muito dele com respeito ao cuidar da casa. Ele acha que ela quer fazer tudo ao mesmo tempo. Segundo ele, ela sempre tem razão nas conversas. Ela entra na frente da televisão para chamar a atenção dele, liga para ele “umas dez vezes por dia” e o coloca numa situação difícil com a mãe dele por causa do filho.
O caso dela
Ela não se sente nem a segunda na vida dele. Ela fica muito magoada com a questão do filho e a sogra. Sente que ele não ajuda na casa e com os filhos, que ele não a compreende. Ela sente que ele tira a autoridade dela de mãe quando permite que a sogra mande e desmande no filho. Daiane gostaria que Alex tomasse mais a frente das coisas, dividisse com ela o fardo de cuidar da casa e dos filhos, e a fizesse sentir especial, a primeira na vida dele.
O que fazer?
Os dois precisam falar menos e ouvir mais. Falar menos e ouvir mais. Falar menos. Ouvir mais. Um dos grandes problemas é que eles falam um em cima do outro, estão todo o tempo preocupados em se explicarem, se fazerem entendidos, provarem seus argumentos. Isso não somente frustra um ao outro como também os leva a aumentar a intensidade da conversa, chegando ao ponto até de ofenderem um ao outro.
As duas principais reclamações de Alex são que ela “fala demais” e “tem sempre razão”. Daiane tem que prestar bastante atenção aqui. Ele realmente se frustra com isso. A natureza de Alex é mais relaxada no que diz respeito à casa e aos filhos. Por isso ele acha que ela “quer fazer tudo ao mesmo tempo”. Daiane precisa entender que a insistência em reclamar e cobrar do marido é a estratégia errada para conseguir algo de alguém mais tranquilo como o Alex. Em vez disso, ela deve falar menos as mesmas coisas, e usar de docilidade quando falar, sem fazer acusações. E ouvir o lado dele também. Ele acha que o ponto de vista dele também é válido, mas não é ouvido. Ela deve levar isso em consideração e encontrar um equilíbrio.
Alex parece ter a mentalidade de que o trabalho dele acaba quando ele chega em casa. Ele precisa melhorar nessa parte. Ele nunca será o tipo do homem que vai colocar o avental e ir para a cozinha, depois lavar a louça, e passar o pano no chão. Daiane tem que entender isso. Mas, ele pode e deve melhorar na sua ajuda na casa. Deve entender que grande parte do estresse de Daiane, que a faz nervosa com ele, é devido a essa sobrecarga. Por isso, o Alex deve perguntar a ela que tipo de ajuda ele pode dar na casa, e procurar atendê-la.
O caso dos filhos é também muito sério. Alex precisa tomar uma posição mais firme a respeito disso. Nada é pior para uma mulher do que se sentir anulada no casamento. Ele tem que colocar os limites no comportamento do filho e na maneira que a mãe de certa forma piora a situação. Alex tem que reforçar para a mãe que ela é avó, e a mãe na verdade é Daiane. Isso é extremamente importante.
Para terminar, os dois precisam de boas doses de APRECIAÇÃO.
Alex tem que olhar para Daiane e reconhecer tudo o que ela faz, tudo o que ela representa para ele, e tem que FALAR isso para ela (não basta pensar, Alex).
Daiane também tem que apreciá-lo entendendo a natureza mais descansada dele, respeitando o espaço dele, e sendo mais branda no falar.
Ah, falei sobre ouvirem mais e falarem menos?
Se os dois seguirem esses conselhos, poderão reverter a situação do casamento e serem muito felizes. Senão, infelizmente nós prevemos um divórcio.

Texto Extraído do Site: Blog/ Renato Cardoso

2 comentários:

Kellen Bittencourt disse...

Oii amiga, verdade, em um relacionamento se um não ouvir o outro a coisa vira isso, só troca de acusações e insatisfações, ouvir mais e falar menos, vou embora repetindo p não esquecer rsrsr Bjossss

Mary disse...

Oi
Em alguns casos nem o dialogo resolve mais.

bjos e boa noite.