O que fazer quando o parceiro discorda de você?


Você quer trocar de carro, mas seu marido acha que a lata velha que vocês têm está ótima; e prefere guardar o dinheiro para abrir “aquele negócio” do qual ele já fala há anos mas nunca faz nada a respeito.

Você quer que sua mãe venha morar com vocês. Sua esposa diz que prefere colírio de pimenta do que ver a sogra em casa todo dia.

Se há uma coisa certa sobre qualquer casamento é que cedo ou tarde o casal irá discordar sobre alguma coisa importante. Não há nada de errado com isso. O mesmo acontece com todas as nossas outras relações: pai e filho, patrão e funcionário, governo e cidadão, irmão e irmão, vizinho e vizinho, e até entre melhores amigos. Faz parte da humanidade e você já deveria ter se acostumado com isso.

Por alguma razão, achamos que no casamento é diferente. Presumimos que porque a outra pessoa nos ama, ela sempre concordará conosco. Porém, entenda:

Quem você está ouvindo: Deus ou o diabo?



"Em seu blog pessoal, o bispo Júlio Freitas afirma que quatro vozes podem ser ouvidas pelas pessoas: a sua própria, a de outras pessoas, a de Deus e a do diabo. Cada uma delas tem suas características próprias.."

De acordo com ele, é importante saber distinguir, especialmente, quando Deus está falando consigo e quando são espíritos maléficos que o estão fazendo. E, por isso, ele destaca quatro características da voz do mal:


Introduz dúvidas
Tenta manipulá-lo
Tenta desviá-lo do caminho certo
Diz que você não merece
Tenta diminuí-lo

Irmãs gêmeas namoram o mesmo homem e pretendem engravidar dele


Conheça a história dessas australianas e aprenda como não cair na mesma armadilha..

Anna e Lucy DeCinque são gêmeas e nasceram idênticas, na região Oeste da Austrália. Desde que eram crianças acostumaram-se a fazer tudo juntas: brincar, dormir, ir à escola, comer... Até mesmo as roupas eram as mesmas na infância, e ambas afirmam que jamais se distanciaram mais de 10 metros uma da outra.

Hoje, aos 30 anos de idade, ambas moram na mesma casa, em Los Angeles, nos Estados Unidos, onde seguem realizando as mesmas atividades, ao mesmo tempo. As duas usam roupas idênticas, mas a mania de querer ser igual à irmã vai além: se uma delas come uma batata frita, a outra procura uma batata com o mesmo tamanho para comer. Se uma delas faz um exercício físico, a outra precisa fazer exatamente a mesma coisa, da mesma maneira. “Precisamos perder a mesma quantidade de calorias”, afirmam em um canal que têm no Youtube.